Espanha ainda corre risco de contágio financeiro português

Apesar do pedido de ajuda externa de Portugal acalmar os mercados e reduzir as incertezas, Espanha ainda corre riscos de contágio. O economista Nouriel Roubini não foi o único a defender ontem a ideia: vários analistas avisaram que o perigo ainda não passou.

“A grande questão não é Portugal, que é um País demasiado pequeno, mas sim o possível contágio à economia espanhola”, defendeu ontem Roubini, um dos primeiros economistas a prever a crise financeira.

O especialista sublinhou que o governo espanhol ainda terá de toma “medidas muito difíceis” para evitar “a doença que já deixou a Grécia e a Irlanda de quarentena e Portugal nos cuidados intensivos”.

MRA Alliance/DE

Leave a Reply