Economias do Brasil e México estão a ultrapassar concorrentes regionais

A agência de rating Fitch revelou que o Brasil e o México estão a deixar para trás vizinhos como a Venezuela onde os gastos públicos aceleraram a espiral inflacionista e puseram em causa a sustentabilidade do seu crescimento a longo prazo. A Fitch Ratings sublinha que a América Latina está a partir-se em dois grupos em matéria de riscos de crédito. No grupo dos que registaram melhoria nas notações estão o Brasil, Chile, Colômbia, México, Panamá e Perú. Nos últimos anos as suas políticas macroeconómicas melhoraram a balança tributária e o crescimento do produto (PIB) per capita. No grupo dos “maus alunos” estão a Argentina e a Venezuela com “crescentes desequilíbrios.” MRA/Agências

Leave a Reply