Wall Street dá sinais de recessão nos EUA

NYSEA bolsa novaioquina teve hoje mais um dia negro. O índice financeiro S&P desvalorizou-se 2,6% até ao meio da sessão. Na segunda metade do dia, a Washington Mutual Inc (WaMu), a líder americana das caixas de poupança e de crédito foi portadora de más notícias antes da abertura do mercado: a quebra do imobiliário vai manter-se em 2008; os prejuízos com os incumprimentos dos empréstimos aumentarão; os créditos hipotecários poderão atingir o valor mais baixo desde 1998. As acções WaMu caíram 9% (USD 22,-) nas primeiras horas da sessão. Foi a maior desvalorização desde 11 de Setembro de 2001. O banco Morgan Stanley resvalou 4,2% (USD 52,21). A American Express perdeu 2,8% (USD 56,92). A American International Group Inc, líder mundial das seguradoras, desvalorizou-se 3,1% (USD 60,09), tendência seguida pela maioria das empresas de construção. O índice Dow Jones, que mede o comportamento das empresas do segmento imobiliário, caíu 2,3%. (pvc/agências)

Leave a Reply