DHL acelera falência do subsídio de desemprego em Wilmington (Ohio)

A DHL anunciou esta semana que vai despedir 9 500 trabalhadores nos Estados Unidos, 700 dos quais em Wilmington, Ohio, provocando uma reacção em cadeia nas empresas que dependem da multinacional do correio expresso. A medida poderá gerar cortes de 60% dos empregos na cidade e levar à falência o fundo de desemprego local, em Dezembro próximo, se o governo federal mão tomar medidas urgentes, para atenuar o agravamento da situação económica no estado e no país. Actualmente estão em risco 7 000 empregos numa cidade com 12 000 habitantes, onde opera um dos maiores centros logísticos da DHL.

A notícia, publicada na edição electrónica do jornal Cincinatti Enquirer (13/11/2008), precisa que a média do subsídio semanal de desemprego na região foi de USD 306, em Setembro. “Todavia, o número de pedidos de subsídios de desemprego está a aumentar exponencialmente.” No Ohio, em 1 de Novembro, o número de pedidos aumentou 55% comparativamente à última semana de Outubro, com 21 324 novos desempregados.

A recessão económica, nos últimos dois meses, eliminou 500 mil empregos nos Estados Unidos.

MRA Dep. Data Mining

pvc

Leave a Reply