Défice de 95ME da Estradas de Portugal é “normal”, diz presidente

O presidente da Estradas de Portugal (EP), Almerindo Marques, afirmou hoje que o défice de 95 milhões de euros da empresa é “normal” e garantiu a inexistência de problemas em relação aos pagamentos planeados.”O valor do défice não preocupa a Estradas de Portugal. É um défice normal atendendo à dimensão e à fase de desenvolvimento do projeto da EP”, afirmou Almerindo Marques, em declarações aos jornalistas na sede da empresa.

A SIC noticiou na sexta feira que a Estradas de Portugal está a ficar sem dinheiro para pagar todos os compromissos assumidos com as SCUT, citando uma carta na qual a empresa pública pede ajuda aos Ministérios das Finanças e das Obras Públicas, Transportes e Comunicações.

MRA Alliance/Lusa

Leave a Reply