Cuba quer Brasil como parceiro número um

O vice-presidente cubano Carlos Lage afirmou que o seu país está disposto a ter o Brasil como seu principal parceiro, como expressou o chefe da diplomacia brasileira, Celso Amorim, que se reuniu ontem com o presidente de Cuba, Raúl Castro. “Agora temos o desafio de que o Brasil seja o parceiro número um de Cuba e estamos favoravelmente dispostos a este objetivo”, disse Lage em declarações divulgadas pela oficial Agência de Informação Nacional (AIN). A sessão conjunta de representantes de ambos países, com o intuito de analisar a evolução dos 10 acordos bilateriais assinados em Janeiro, abrangendo o sector agrícola, energético e médico-farmacêutico, entre outros. Neles está incluído o financiamento da compra de alimentos, no valor de 200 milhões de dólares, o aumento da capacidade de uma fábrica de níquel e equipamentos para piscicultura. O comércio bilateral, em 2007, atingiu os USD 450 milhões, estimulado por importações cubanas de alimentos, maquinaria agrícola e equipamentos de transporte. Em contrapartida, Cuba aumentou as exportações para o Brasil, principalmente com produtos de biotecnologia e farmacêuticos. Fonte: MRA/Agências

Leave a Reply