Crise sistémica: Banco Wachovia comprado pelo Wells Fargo

O banco norte-americano Wachovia Corporation não resistiu à crise sistémica e acaba de ser comprado pelo Wells Fargo, noticiou o Financial Times Deutscland, após o falhanço das negociações com o conglomerado Citigroup. Horas depois, o Citigroup disse que a anunciada fusão constitui uma “ruptura clara” do acordo de exclusividade firmado com o Wachovia e admitiu a possibilidade de recorrer aos tribunais. O jornal alemão informou que o acordo envolve a troca de acções no valor de USD 15,1 mil milhões/ bilhões (mm/bi). O negócio, realizado horas antes da votação do Plano Paulson, pela Câmara dos Representantes, salvou o Wachowia, in extremis, de passar para o controlo dos reguladores e de os seus activos serem vendidos ao desbarato, como aconteceu com o Lehman Brothers. No segundo trimestre, o banco anunciara prejuízos recordes de USD 9,1 mm/bi. Nos últimos 12 meses perdera 92% do valor bolsista. Após a confirmação do acordo, as acções subiram 64%, antes do início da sessão. O banco comprador informou que a operação é realizada com capitais próprios e que manterá intacta a nova unidade de negócio. A união Wells Fargo/Wachovia gera activos de USD 1,42 mil biliões/tri (mibi/tri), USD 787 mm/bi em depósitos e quase 10 800 filiais. O ponto crítico do acordo está relacionado com os activos do Wachovia constituídos por opções de taxas hipotecárias variáveis no valor de USD 122 mm/bi. Esta modalidade de derivativos cambiais foram os causadores da crise de liquidez do banco. Em contrapartida, a oferta apresentada pelo Citigroup, no início da semana, previa o apoio financeiro do FDIC/ Federal Deposit Insurance Corporation e visava apenas o segmento bancário no valor de USD 2,16 mm/bi. MRA Dep Data Mining

Nota: O Wall Street Journal publicou, entretanto, o excerto do acordo entre o Citigroup e a holding Wachovia Corporation, celebrado em 29-09-2008. A questão parece ter contornos jurídicos para outra novela dentro da saga “Crise Sistémica”. MRA Dep. Data Mining

Leave a Reply