Crise financeira: Fed anuncia novas medidas após negativa reacção em cadeia ao “curto” corte nos juros

Fed acelera volatilidade dos mercados com política de jurosO Fed (Reserva Federal) norte-americano vai anunciar, provavelmente já hoje, novas medidas para fornecer liquidez aos mercados financeiros reagindo à negativa reacção em cadeia das bolsas americanas e asiáticas e europeias desde ontem, com a queda generalizada dos índices, superior a 2%, como resposta à modesta reducção das taxas de juro americanas (-0,25%), revelaram fontes europeias e americanas. Muitos operadores esperavam um corte superior (0,50%) e parecem ter-se convencido de que a Reserva Federal não reduzirá o preço do dinheiro na próximas semanas. O anúncio do Fed, que referiu existir uma relação equilibrada entre a inflação e reafecimento da economia foi, para os investidores, o sinal de alarme de que acabaram as facilidades e o dinheiro barato.

Segundo as mesmas fontes, o banco emissor dos Estados Unidos, anunciará que vai alargar o acesso a um maior número de instituições financeiras aos leilões de fundos para refinanciamento do sistema bancário. A aceitação, pelo Fed, de um conjunto mais alargado de activos financeiros como garantia dos futuros e mais avultados créditos que irá disponibilizar aos “bancos mais stressados”, referiram as fontes.

A reacção dos mercados à decisão do Fed indica que, na Europa, a taxa Libor cobrada nas operações interbancárias de crédito e que geralmente acompanha a evolução das taxas americanas, deverá registar uma subida significativa esta quarta-feira. (pvc)

Leave a Reply