Crise: Ásia cria fundo de emergência de 120 mil milhões

ASEAN+3O bloco ASEAN+3 decidiu hoje criar um fundo de emergência de USD 120 mil milhões/bilhões (mm/bi) para garantir liquidez a qualquer uma das nações durante a crise económica, evitar crises cambiais e combater fugas de capitais, noticiou a Reuters. O lançamento formal do fundo deverá ocorrer até ao final do ano.

De acordo com o plano, a China e Japão vão contribuir com 32% do fundo baptizado de “Iniciativa Chiang Mai”. À Coréia do Sul caberá aportar 16%. O restante virá dos 10 membros da Associação da Nações do Sudeste Asiático (ASEAN).

Paralelamente, o Japão anunciou a criação de um programa no montante de USD 61,54 mm/bi para apoiar países os países asiáticos mais atingidos pela crise.

Os analistas admitem a possibilidade de as medidas de emergência, anunciadas à margem do encontro anual do Banco de Desenvolvimento Asiático, realizado em Bali, na Indonésia, poder ter efeitos positivos de curto prazo na evolução dos mercados bolsistas da região. 

Kirby Daley, estratega do Newedege Group, de Hong Kong, considera que a decisão é “um passo na direcção certa para a Ásia reduzir a sua dependência do Ocidente”. No entanto, em sua opinião “a implementação não deverá ter uma impacto duradouro nas economias asiáticas na ausência de um consumo forte nos Estados Unidos.”

O comunicado conjunto da reunião de Bali assinada pelos 13 ministros das Finanças, sublinha que “a situação global requer mais esforços conjuntos para ampliar a credibilidade, manter a estabilidade financeira, e prevenir maiores quedas do crescimento económico”. Por esta razão, futuramente, as economias dos países membros serão monitorizadas com mais rigor pelo Banco de Desenvolvimento Asiático.

MRA Alliance/Reuters

Leave a Reply