Comissão de Basileia para Supervisão Bancária alargada a metade do G20

O Banco Central informou na sexta-feira que o Brasil e outros países do G20 foram convidados para integrar a Comissão de Basileia para Supervisão Bancária – Basel Committee on Banking Supervision (BCBS)- sedeada na Suíça. O convite é extensivo à Rússia, Índia, China, Austrália, México e Coreia do Sul.  

A decisão atende a proposta do G20, o grupo de países em desenvolvimento, que de há muito exige a revisão dos critérios de associação impostos pelos organismos multilaterais que estabelecem as normas mundiais de regulação financeira.

O BCBS, integrado no Banco Internacional de Pagamentos (BIS, em inglês), tem como missão promover e fortalecer as práticas de supervisão e de gestão de riscos financeiros a nível mundial.

Os presidentes dos bancos centrais daqueles países vão passar a estar representados na governação da Comissão de Basileia onde, até agora, apenas tinham assento 12 países – Estados Unidos, Canadá, França, Alemanha, Reino Unido, Itália, Espanha, Suíça, Bélgica, Luxemburgo, Holanda e Japão.

“O convite ao Brasil é reflexo da qualidade da regulação e supervisão do sistema financeiro, implementadas pelo país”, refere o Banco Central do Brasil, em nota distribuída ontem.

O Brasil foi igualmente convidado a integrar o Fórum de Estabilidade Financeira, cujo objectivo visa promover a estabilidade global do sistema através do intercâmbio de informações e da cooperação.

Também foram convidados a integrar o fórum outros nove países do G-20 – África do Sul, Arábia Saudita, Argentina, China, Índia, Indonésia, México, Rússia e Turquia.

MRA Alliance/Agência Brasil

Leave a Reply