Comércio mundial vai cair 18 por cento este ano, diz OCDE

O comércio mundial vai contrair-se 18 por cento em 2009 e “recuperar ligeiramente” no próximo ano, indicam as últimas projecções da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) relativas à União Europeia divulgadas hoje, em Paris.

No documento “Economic Survey of the European Union” que analisa as principais tendências e desafios na Europa até 2011, a OCDE considera que “as mais recentes projecções indicam um declínio do comércio mundial de 18 por cento em 2009, a maior queda em décadas, e uma recuperação ligeira em 2010”.

A contracção do comércio e as consequências internas em termos de combate ao comércio livre estão entre as preocupações da OCDE, que afirma que um dos principais desafios da União Europeia e dos Governos dos Estados-membros é a resistência à pressão para a adopção de medidas proteccionistas.

[A queda no comércio mundial] “está a pôr pressão em muitos países para aumentarem a protecção às empresas nacionais, o que implica que os próximos anos são um desafio à implementação de políticas de comércio global”.

Nas recomendações avançadas pelos peritos da organização aos Governos europeus e à Comissão Europeia, encontram-se o “aprofundamento da liberalização do comércio multilateral” e o apoio ao sucesso das negociações de Doha – através de uma “redução dos subsídios internos, que distorcem a concorrência”, e da “eliminação dos subsídios à exportação”).

MRA Alliance/Agências

Leave a Reply