Citi encaixa mais USD 49 mm/bi devido a incidentes de crédito com derivativos

Citi enfrenta uma violenta tempestade financeiraO Citigroup informou que irá contabilizar nas contas um gigantesco prejuízo, estimado em USD 49 mil milhões/bilhões (mm/bi nos chamados “veículos de investimentos estruturados” (SIV’s, em inglês), cujo valor está subjacente à qualidade do crédito dos produtos que lhes servem de garantia de pagamento. Os analistas do mercado, em Wall Street, começam agora a pressentir que o gigante financeiro está em sérios apuros. A decisão tomada pelo banco vai reduzir para níveis alarmantes o nível de capital da instituição. O problema é tão sério que a débil solvabilidade do Citigroup pode levar as autoridades monetárias do país a negarem-lhe um financiamento extra e a pôr em risco um programa de salvamento financeiro patrocinado pelo governo e pela Reserva Federal dos EUA. A reavaliação dos activos, por as garantias serem de alto risco, deverá prejudicar seriamente a rendibilidade do banco. Neste momento o mercado tem sérias dúvidas que o Citi consiga cumprir a promessa de que os seus rácios de solvabilidade voltarão ao normal, no início do terceiro trimestre de 2008. A queda de 44% do valor das acções do grupo, desde Janeiro, é reveladora do cepticismo dos investidores. A violenta desvalorização representa quase o dobro da perda média das acções do sector financeiro. (pvc/agências)

Leave a Reply