China: Espionagem da Rio Tinto custou € 72 000 milhões às siderúrgicas chinesas

Um relatório da agência chinesa de protecção de segredos de Estado contabilizou em 72 mil milhões de euros os danos causados por actos de espionagem da Rio Tinto, uma das maiores empresas mundiais de exploração de minérios, para encarecer as matérias primas usadas pela indústria transformadora da China.

Segundo o jornal Shanghai Daily, as siderúrgicas chinesas pagaram em excesso cerca de 72 mil milhões de euros devido à alegada obtenção ilegal de segredos industriais e comerciais por parte de representantes da companhia anglo-australiana, nos últimos seis anos.

As autoridades da República Popular chegaram a esta conclusão após um processo de investigação iniciado na sequência da prisão, a 5 de Julho, de cinco executivos da Rio Tinto então acusados de espionagem e roubo de segredos do Estado chinês.

As acusações, que também incluem práticas de suborno, ficaram provadas pela análise aos dados dos computadores apreendidos aos quadros da Rio Tinto, que continuam detidos no país.

MRA Alliance/Agências�

Leave a Reply