Censos do INE podem fazer descer desemprego oficial em 2011

Numa altura em que a estagnação económica do país dificulta a criação de empregos, o mercado laboral pode ter uma ajuda preciosa com os Censos 2011. Segundo adiantou ao SOL fonte oficial do Instituto Nacional de Estatística (INE), os inquéritos à população no próximo ano vão implicar o recrutamento de 30 mil pessoas para os trabalhos de campo em todo o território português. A recolha de dados no terreno deve começar entre Março e Abril e serão um ‘balão de oxigénio’ para o mercado laboral em Portugal.

Os trabalhadores a contratar correspondem a 0,5% da população activa do país. A taxa de desemprego oficial poderá ficar perto de 10% no próximo ano devido aos empregos criados com esta iniciativa do INE.

O instituto indica que o processo pormenorizado de recrutamento e selecção de pessoal «será oportunamente divulgado», pelo que só nessa altura se saberá como concorrer às vagas. No entanto, já é certo que vão ser necessários colaboradores para as funções de recenseador, coordenador de freguesia, delegado municipal e delegado regional. Em todo o processo, o INE vai contar com o apoio das Câmaras Municipais e das Juntas de Freguesia.

Os recenseadores serão o número mais significativo de pessoal a recrutar, cabendo-lhes o contacto directo com a população. «As restantes funções possibilitam o enquadramento, supervisão e coordenação de toda a cadeia de recolha», explica a mesma fonte do organismo responsável pelas estatísticas em Portugal.

MRA Alliance

Leave a Reply