Archive for the ‘Suíça’ Category

UBS corrige perdas por fraude para 2,3 MM de dólares

segunda-feira, setembro 19th, 2011

O banco suíço UBS revelou ontem que a perda devido a uma operação de trading não autorizada no sector da banca de investimento subiu de dois mil milhões de dólares para 2,3 mil milhões (1.666 milhões de euros).

A fraude decorreu durante os três últimos meses e foi possível porque o operador de mercados responsável, entretanto detido, escondeu os riscos gerando dados fictícios.

Entretanto, a polícia londrina deteve o corretor do banco suíço UBS que terá sido responsável pela fraude. De acordo com o jornal britânico Finantial Times, Kewku Adoboli foi detido pelas autoridades inglesas na manhã de quinta-feira no bairro financeiro da capital londrina, estando a ser investigado pelo seu alegado envolvimento na fraude.

O banco não identificou a divisão de onde terão saído estas perdas, adiantando apenas num comunicado que as posições dos seus clientes não foram afectadas, mas Kewku Adoboli (como o próprio escreve na sua página da rede social LinkedIn) era trader na divisão Delta1, do braço de investimento do UBS. Este departamento, entre outras competências, é normalmente um dos últimos recursos dos bancos para negociações próprias dos bancos de investimento, com recurso a activos do banco.

Este tipo de divisões Delta1 existe em outros bancos de investimento e foi onde o já condenado trader da Société Général Jerome Kerviel também fez negócios com dimensões avultadas (na ordem dos 50 mil milhões de euros), acabando por provocar perdas ao banco francês na ordem dos 4,9 mil milhões de euros.

MRA Alliance/Público

Fraude de 1,4 mil milhões de euros afunda UBS nas bolsas

sexta-feira, setembro 16th, 2011

UBS, o maior banco suíço informou ontem os investidores de que poderá apresentar prejuízos no terceiro trimestre em consequência de uma fraude no valor de 1,44 mil milhões de euros. A polícia londrina prendeu Kweku Adoboli, de 31 anos, ‘trader’ da UBS desde 2006, por estar alegadamente envolvido na transacção não autorizada em causa.

Estas notícias levaram os títulos da UBS a afundar 10,8% na bolsa de Zurique, enquanto a meio da tarde perdiam mais de 11% em Nova Iorque. Trata-se da maior queda diária desde Março de 2009.

Os responsáveis da UBS comunicaram apenas que o assunto está ser investigado:”Pretendemos chegar ao fundo da questão tão depressa quanto possível, e não pouparemos esforços para descobrir exactamente o que se passou”, explicaram.

No entanto, rumores de mercado apontam para transacções sobre o franco suíço. Adoboli estava integrado num departamento de ‘exchange-traded funds’ (ETF), chamado Delta One, onde os ‘traders’ tentavam gerar enormes lucros a partir de pequenas variações de preços. Os ETF são instrumentos complexos, que apostam na performance de activos subjacentes com recurso à alavancagem.

Louise Cooper, analista no BGC Partners, disse ao ‘The Guardian’ que os rumores relacionam as perdas com uma transacção sobre o franco suíço que terá corrido mal, depois da intervenção do Banco Nacional da Suíça para desvalorizar a moeda. A 6 de Setembro, a autoridade monetária estabeleceu que um franco suíço não poderia valer mais do que 0,83 euros. Nesse dia a moeda suíça caiu mais de 8% frente ao euro, “o que é uma grande oscilação no mercado cambial”, comentava a analista do BGC.

MRA Alliance/DE