Catástrofe nuclear no Japão agrava-se

Técnicos medem níveis de radiação na central nuclear de Fukushima, JapãoA Agência de Segurança Nuclear japonesa e o Governo de Tóquio confirmaram a fusão parcial dos núcleos dos reactores 1 e 3 de Fukushima I e que foi detectado tecnécio 99 no reactor 2, elemento que só se liberta com a fusão das barras de combustível, indicando que está danificado, embora não se saiba ainda com que gravidade.

Os dados foram divulgados depois de robôs terem entrado nos reactores para medir os níveis de radioactividade, hidrogénio, temperatura e humidade. Os robôs indicaram elevados níveis de radioactividade nos edifícios dos reactores 1 e 3, tendo estes sido os que ficaram mais danificados com o sismo e maremoto de 11 de Março. As autoridades concluíram que o ambiente é “demasiado adverso” à presença humana, o que dificultará e prolongará a reparação.

A Tokyo Electric Power (Tepco), que opera a central, anunciou que só espera ter a crise controlada no final do ano.

MRA Alliance/Público

Leave a Reply