Bruxelas garante que PEC ainda pode ser negociado

Porta-voz da Comissão contraria a intransigência de Jean Claude Junker, presidente do Eurogrupo, ao dizer que há margem para negociar o Programa de Estabilidade e Crescimento (PEC). A abertura chegou esta tarde de Bruxelas.Ao contrário da posição intransigente, ontem assumida por Jean Claude Junker, presidente do Eurogrupo, agora o porta-voz da Comissão Europeia vem dizer que o PEC proposto pelo Governo português ainda pode ser negociado.

Menos de 24 horas depois de Juncker ter dito que não vê qualquer razão para que a mais recente versão do Programa de Estabilidade e Crescimento lusitano seja modificado, o executivo presidido por Durão Barroso vem dizer, através de um porta-voz, que o pacote de austeridade português é apenas um plano e não algo irreversível.

“Trata-se de um anúncio, de um plano, não de uma decisão firme. A partir daqui, claro que estamos abertos ao diálogo com toda a gente. Mas o que é importante aqui é ter um pacote de medidas que servem para permitir ao país cumprir todos os seus objectivos, não apenas para convencer a Comissão, o senhor Barroso, o senhor Rehn, o senhor Trichet, o senhor Juncker, mas para convencer também todos os participantes no mercado”, diz Amadeu Altafaj, porta-voz do comissário europeu responsável pelos Assuntos Económicos e Monetários.

No que parece ser uma autêntica corrida contra o tempo em direcção à crise política, Bruxelas atira assim um possível balão de oxigénio ao Governo, acompanhado da mensagem de que os acontecimentos em Portugal estão a ser seguidos muito de perto.

MRA Alliance/RR

Leave a Reply