Bruxelas chumba condições da fusão espanhola entre as “energéticas” Enel-Acciona-Endesa

Fusão no sector energético espanhol negada pela Comissão EuropeiaAs condições impostas pelas autoridades espanholas à operação de fusão entre a Enel, Acciona e Endesa violam as regras dos Tratados comunitários sobre livre circulação de capitais, de estabelecimento e de circulação de bens, noticiou o Diário Digital. A Comissão Europeia (CE) deu um prazo de 30 dias para uma reacção da Espanha. Nas conclusões da avaliação preliminar às medidas impostas por Madrid à operação em curso entre as três companhias do sector energético, Bruxelas decidiu que as condições enunciadas «interferem com a competência exclusiva da Comissão para decidir sobre uma concentração de dimensão comunitária».

Leave a Reply