BCE prevê acentuado agravamento da recessão na zona euro

O Banco Central Europeu (BCE) reviu hoje em forte baixa as suas previsões para a economia da zona euro, com uma recessão esperada de 4,6% em 2009, anunciou hoje o presidente da instituição, Jean-Claude Trichet.

Nas previsões anteriores, divulgadas em Março, o BCE apontava para uma quebra de 2,7% do PIB (produto interno bruto) do conjunto dos países da moeda única. A contracção esperada pelos economistas do BCE é superior à antecipada pela Comissão Europeia. Nas suas previsões de Primavera, divulgadas há um mês, a CE apontava para uma quebra da riqueza produzida na zona euro de 4%.

O BCE também reviu em baixa a previsão de crescimento para 2010, esperando agora uma contracção (-0,3%) quando antes previu um crescimento nulo. Esta  previsão também e mais pessimista do que a apresentada pelo executivo de Bruxelas – um recuo 0,1%.

A previsão de inflação para 2010 foi revista em baixa para 0,3%, contra 0,4%. Porém, os economistas do BCE calculam que, em 2010,a subida dos preços poderá ser de 1%. Já o executivo de Bruxelas prognostica taxas de inflação de 0,4% e de 1,2%, em 2009 e 2010, respectivamente.

Quanto ao preço do dinheiro, o BCE manteve a taxa directora em 1%, de acordo com a expectativa do mercado.

MRA Alliance/Agências

Leave a Reply