Bancos centrais dão as mãos para estancar hemorragia financeira global

Operação global de salvamento dos bancosOs bancos centrais do planeta iniciaram ontem (quarta-feira) uma tentativa para salvar os bancos comerciais mais afectados pelo entupimento dos circuitos globais do crédito interbancário, evitar uma recessão da economia americana, a quebra da taxa de crescimento da economia mundial e o declínio dos activos em dólares, revelou a agência Reuters.Na maior acção conjugada desde o 11 de Setembro, os bancos emissores dos EUA, União Europeia (UE), Canadá, Inglaterra, Suiça, Japão e Suécia anunciaram o seu envolvimento num plano comum para aumentar a liquidez dos mercados interbancários através de massivas injecções de capital no sistema financeiro global. Desta forma procuram facilitar o acesso ao crédito dos bancos mais afectados pelo descalabro financeiro iniciado com a chamada crise “suprime” que fez implodir a bolha imobiliária norte-americana. A Reserva federal (Fed) dos Estados Unidos anunciou dois leilões de USD 20 mil milhões/bilhões (mm/bi), para a próxima semana. Em Janeiro de 2008 outros se seguirão, mas os montantes envolvidos não foram revelados. Num comunicado à imprensa o Fed esclareceu que “esta medida deverá ajudar a promover uma eficiente disseminação de liquidez quando os inseguros mercados interbancários se encontram sob stress.” O banco emissor americano acordou com os seus homólogos da UE e da Suiça uma mega operação de swaps em dólares, 20 e 4 mm/bi respectivamente, para revalorização do dólar e dos activos sedeados/depositados nas zonas dominadas pela divisa dos EUA. (pvc/ reuters)

Leave a Reply