Banco de Portugal revê em baixa crescimento da economia

No boletim económico de Pimavera publicado esta terça-feira, o Banco de Portugal reviu em baixa a estimativa de crescimento da economia portuguesa para este ano.

O regulador calcula que em 2010, o Produto Interno Bruto (PIB) tenha um crescimento de 0,4 por cento, pouco mais de metade do valor previsto no Programa de Estabilidade e Crescimento (PEC).

Assim, este ano o país vai crescer pouco mais de metade daquilo que o Governo estimou aquando da apresentação do PEC, os 0,7 por cento previstos no documento do Executivo transformam-se, pela mão do BdP em 0,4 por cento.

Mas para 2011 as notícias não são melhores. No PEC a estimativa é de um crescimento de 0,9 por cento, mas o regulador retira-lhe uma décima.

Também o consumo público, por via da suspensão dos projectos de investimento do Estado, está em queda.

No último boletim económico, o banco central previa um crescimento de 0,7 por cento, mas agora estima um recuo da mesma dimensão que na prática significa uma revisão em baixa de 1,4 pontos percentuais.

O consumo privado para este ano quase não se altera, mas na previsão para 2011 há uma queda significativa, em vez do aumento de 1,6 por cento previstos em Janeiro.

MRA Alliance/TSF

Leave a Reply