Angola: Caritas denuncia fome na província do Cunene

A província angolana de Cunene está a viver uma situação de fome devido ao mau ano agrícola em várias localidades, alertou a organização católica Caritas de Ondjiva, capital da região. A revelação foi feita pelo presidente da Pastoral Diocesana de Ondjiva, padre Félix Gaudência, em declarações à rádio da Igreja angolana, Ecclesia. A Caritas sublinha o esforço do Governo na procura de soluções, mas sublinha a urgência de “fazer mais contra a fome na região”.

A conclusão da existência de fome surgiu depois de um trabalho de campo realizado pelo Igreja com o objectivo de averiguar as razões para que a Caritas Diocesana estivesse a receber um número elevado de pessoas em busca de auxílio alimentar.

Segundo o padre Gaudêncio, a Caritas continua a receber pessoas oriundas de várias localidades do Cunene a pedir alimentos, mas sublinhou que a situação que gera maior preocupação é a localidade de Mongua.

“A fome existe realmente na província do Cunene”, disse o sacerdote, que avançou como explicação para o problema a impossibilidade de as populações cultivarem devido à falta de sementes e de apoio estatal.

MRA Alliance/Lusa

Leave a Reply