“América Latina não precisa de um líder” disse Lula em entrevista ao New York Times

Lula e Chavez em acalorada cavaqueiraO presidente Lula da Silva afirmou, numa entrevista exclusiva ao jornal americano The New York Times que a América Latina “não está tentando procurar um líder” nem “precisa de um líder”. Segundo o jornal, Lula rejeitou assumir-se como contraponto ao presidente da Venezuela, Hugo Chávez. “O que nós precisamos fazer é construir uma harmonia política, porque a América do Sul e a América Latina precisam aprender a lição do século XX”, disse o presidente. “Nós tivemos a oportunidade de crescer, nós tivemos a oportunidade de nos desenvolver, e nós perdemos essa oportunidade. Por isso nós ainda somos países pobres”, sublinhou.

Lula já havia negado a existência de uma disputa entre Brasília e Caracas pela liderança na região e divergências com o presidente venezuelano. Na entrevista ao jornal, Lula voltou a apoiar o projecto defendido por Chávez visando a criação do “Banco do Sul”, para promover o desenvolvimento regional. Porém, relativamente ao gasoduto que Chavez quer construir entre a Venezuela e a Argentina, com passagem pelo Brasil e Bolívia, Lula foi céptico interrogandando-se se haverá “gás suficiente” para o viabilizar.

O entrevistador opinou que Lula demonstra uma “ apreciável resiliência política” graças à robustez da economia e à sua popularidade pessoal. O presidente repetiu que não deseja continuar no Planalto, antes pretende reformar-se em São Bernardo do Campo, no ABC paulista, onde despontou para a política nacional. “Eu não vou participar de um programa de estudos para graduados na Universidade de Harvard”, ironizou Lula, aludindo a uma das ocupações do seu antecessor, Fernando Henrique Cardoso.

Leave a Reply