África do Sul: ANC festeja antecipadamente vitória eleitoral

Jacob ZumaMilhares de apoiantes do Congresso Nacional Africano (ANC) começaram a festejar ontem à noite, nas ruas de Joanesburgo, com o líder do partido, Jacob Zuma, logo que foi conhecida a liderança esmagadora nas eleições legislativas de quarta-feira. Com 67,06 por cento nos resultados o ANC poderá ter garantida uma maioria de dois terços e também a eleição pelo Parlamento de Zuma para a presidência do país.

Zuma, 67 anos, afirmou que não estava “ainda a celebrar a vitória”, mas regozijou-se com os dados  da comissão eleitoral: “Este partido é um elefante e não se consegue derrubar um elefante.” A contagem final dos votos só será conhecida amanhã à noite.

O recém-formado Congresso do Povo (COPE), fundado por dissidentes do ANC, não foi além de uns modestos 7,66% dos votos. O rival mais próximo do partido de Zuma foi a Aliança Democrática – partido liderado por uma branca – com 15,82% dos votos nas contagens e poderá mesmo ultrapassar o ANC na província de Cabo Ocidental, o destino turístico “número um” da África do Sul.

A confirmar-se a votação, o ANC fica na margem dos dois terços de maioria de assentos parlamentares necessários para concretizar uma das suas promessas eleitorais – alterar a Constituição. 

Este cenário está a ser recebido com apreensão pelos mercados, embora os líderes do ANC garantam que não irão abusar do poder de revisão constitucional nem pôr em causa os investimentos – privados e estrangeiros.

MRA Alliance/Agências

Leave a Reply