Acordo angolano-moçambicano para protecção do ambiente e do ordenamento urbano

A assinatura de um memorando de entendimento, em Maputo, entre o Ministério do Urbanismo e Ambiente de Angola e o de Coordenação da Acção Ambiental de Moçambique, destinado à protecção do ambiente e ordenamento urbano nos dois países terá a vigência de três anos renováveis, informou a Angop. O acordo bilateral define como programas de cooperação, a avaliação e controle de qualidade do ar, biodiversidade, mudanças climáticas, erosão costeira, ordenamento territorial e desenvolvimento urbano.

Leave a Reply