81 mil bancários despedidos em 2011 devido à crise global

Desde o início do ano foram destruídos 200 mil empregos a nível mundial. O sector financeiro foi responsável pelo anúncio de 81 mil destes cortes, sendo que 65 mil serão contabilizados por instituições financeiras europeias.

Destaque para o gigante britânico HSBC que na segunda-feira informou o mercado de que até 2013 planeia eliminar 30 mil postos de trabalho, cerca de 10% da sua força laboral.

Também o Lloyds, liderado pelo português António Horta Osório, revelou no final de Junho que irá cortar 15 mil empregos da sua estrutura, cerca de 12,2% da força laboral, quando em Março e Abril tinha apenas anunciado o despedimento de 1.095 pessoas.

Desde o início da crise financeira, em meados de 2007, só estas duas instituições já anunciaram a eliminação de 77,3 mil postos de emprego.

Em Portugal o quadro é distinto e os números menos dramáticos. Nenhum dos grandes bancos anunciou uma onda de despedimentos. A Associação Portuguesa de Bancos (APB) coligiu dados segundo os quais a população bancária emagreceu 4% entre 2009 e 2010, passando de 59.224 funcionários para 56.844 entre despedimentos e reformas.

O BPI, entre 2007 e Junho de 2011 reduziu a base de colaboradores em 9,3% para 7.048 funcionários no final de Junho, tendência que deverá manter-se até ao final do ano. O banco liderado por Fernando Ulrich espera que 260 colaboradores peçam a reforma antecipada, permitindo ao banco poupar 12 milhões de euros por ano.

O BCP também cortou no número de funcionários entre Junho de 2010 e Junho deste ano. De acordo com dados do banco de Santos Ferreira, foram 469 o número de colaboradores que deixaram de ter vínculo contratual com o BCP neste período.

O BES não revela no documento de apresentação de resultados do primeiro semestre o número de cortes no pessoal realizados neste período, mas refere que “excluindo as novas consolidações e o efeito da integração dos colaboradores na Segurança Social, os custos operativos registam uma diminuição de 3,8%”.

MRA Alliance/DE

Leave a Reply