24 bancos europeus falhavam testes mais duros mas nenhum seria português

Mesmo se os testes à banca fossem mais exigentes, os quatro bancos portugueses avaliados passavam, de acordo com uma nota de análise enviada hoje aos clientes pelo Citigroup.

Os analistas do banco norte-americano consideram que seriam 12 bancos espanhóis, sete gregos, três alemães, um italiano e um irlandês a falharem os testes. BCP, Caixa, grupo Espírito Santo e BPI continuariam a obter nota positiva.

O banco norte-americano diz que se os testes avaliassem as perdas com títulos de dívida pública contabilizados nos balanços dos bancos e não apenas nas actividades de ‘trading’, 24 instituições europeias chumbavam nas avaliações e precisariam, no total, de aumentos de capital no valor de 15 mil milhões de euros.

Os analistas do Citigroup adiantam que os rácios de capital Tier 1 iriam cair para baixo do limite mínimo de 6% exigido pelos supervisores para as instituições passarem nas avaliações, caso fossem consideradas as perdas com títulos de dívida pública contabilizados nos balanços e não apenas as utilizadas em actividades de ‘trading’, como aconteceu.Os resultados revelados na passada sexta-feira mostraram que, dos 91 bancos submetidos a apreciação, apenas sete não conseguiram alcançar um rácio de 6% nos cenários avaliados pelos testes de resistência, e que estas instituições precisam de aumentos de capital no valor de 3,5 mil milhões de euros.

MRA Alliance/DE

Leave a Reply