15/09/2008: Apocalipse financeiro evitado no último minuto…

Paul KanjorskiPaul Kanjorski, presidente da Subcomissão do Mercado de Capitais do Congresso dos Estados Unidos, revelou que o mundo esteve à beira de um colapso financeiro global, no dia 15 de Setembro do ano passado, tendo o desastre sido evitado devido ao encerramento dos mercados decidido pelas autoridades monetárias norte-americanas que impediu uma “corrida electrónica aos bancos.” Naquele dia, cerca das 11 da manhã  (hora de Nova Iorque), a Reserva Federal (Fed) detectou uma retirada massiva de fundos dos mercados monetários, que atingiu cerca de USD 550 mil milhões/bilhões (mm/bi) no espaço de uma hora ou duas, através de resgates electrónicos”, explicou Kanjorski, durante uma entrevista à cadeia de televisão norte-americana C-Span.

“O Tesouro abriu as janelas do crédito para ajudar”, disse Kanjorski. “Eles injectaram 105 mm/bi no sistema mas concluíram rapidamente que não poderiam controlar a erosão. Estávamos a assistir a uma corrida electrónica aos bancos. Eles decidiram congelar todas as contas bancárias e anunciaram a extensão das garantias dos depósitos para USD 250 mil, por cada conta, para evitar o pânico. Isto foi o que realmente aconteceu.  Se eles não tivessem feito aquilo, os prognósticos apontavam para que, cerca das duas da tarde, USD 5,5 mil biliões/triliões (mibi/tri) teriam sido retirados do mercado monetário dos Estados Unidos. A economia norte-americana teria entrado em colapso e, 24 horas depois, a economia mundial teria igualmente entrado em colapso. (…) Teria sido o fim do nosso actual sistema político e económico, tal como o conhecemos.”

MRA Alliance/C-Span (extracto da entrevista)

Leave a Reply