14 mil funcionários públicos vão reformar-se até Agosto

Este ano, 14 mil trabalhadores do Estado passam à reforma até Agosto, o número representa um aumento de quase 13%, relativamente aos primeiros oito meses do ano passado. Só no mês de Agosto, o Estado vai ficar com menos 1300 trabalhadores. Os dados revelados pela Caixa Geral de Aposentações (CGA) mostram que este vai ser o valor mais baixo do ano chegando mesmo a ser inferior ao de 2010.

De acordo com as contas feitas pelo Diário Económico, nos últimos sete meses o número de novas reformas aumentou cerca de 18 por cento.

Na Saúde as baixas vão sentir-se ainda mais. O número de médicos que vai para a reforma até ao final do mês de Agosto já é quase igual ao registado em todo o ano de 2010.

Também na Educação se nota uma diminuição do número de docentes. A CGA indica que em Agosto vão reformar-se mais 236 professores do ensino básico e secundário.

As baixas por reforma atingem também de forma acentuada a Direcção Geral dos Impostos em 2010 saíram para a reforma 500 trabalhadores, mas só nos primeiros seis meses deste ano o fisco já perdeu 300.

Ainda assim, a Direcção Geral de Impostos é dos poucos sectores que não ficou obrigada pelo Governo a respeitar o congelamento das admissões e, por isso, nesta altura o fisco está a reforçar os quadros com 350 inspectores.

Entre 600 mil e 700 mil portugueses trabalham para o Estado entre serviços centrais, regionais e administração local.

MRA Alliance/TSF

Leave a Reply