A economia britânica vai ser contaminada pela crise financeira em 2008, diz a CBI

CBI-Confederação da Indústria BritânicaA Confederação da Indústria Britânica advertiu no final da semana que o clima de negócios no Reino Unido, em 2008, enfrentará um período difícil face à crise global de crédito e ao aumento dos preços dos alimentos e da energia. Richard Lambert, director-geral do lóbi industrial britânico, exigiu que os bancos centrais vejam reduzida a sua autoridade para baixarem as taxas de juro, devido às ameaças inflacionistas provocadas pela subida dos preços das metérias-primas. Lambert considera inevitável a contaminação da economia real pelo impacto da crise creditícia uma vez que o sector financeiro representa quase 10% do PIB britânico. O porta-voz dos interesses da indústria, porém, mostrou-se optimista quanto à possibilidade de o Reino Unido conseguir “uma aterragem suave” no actual ciclo económico descendente, após vários anos de sólido crescimento. Lambert rejeitou a possibilidade de a economia entrar em recessão por duas razões: o início da fase de depreciação da libra esterlina e a flexibilidade do mercado de emprego.

MRA/Dep. Data Mining

Leave a Reply